sexta-feira, 28 de setembro de 2018

Ranking MCU

Apesar de não curtir a ideia de categorização, resolvi estabelecer um ranking pessoal dos filmes de MCU. Vou separar por fase e depois um ranking geral:

FASE 1
  1. Os Vingadores
  2. Homem de Ferro
  3. Capitão América: o primeiro vingador
  4. Thor
  5. O Incrível Hulk
  6. Homem de Ferro 2

FASE 2
  1. Guardiões da Galáxia
  2. Capitão América: O soldado invernal
  3. Vingadores: A Era de Ultron
  4. Homem-Formiga
  5. Thor: O mundo sombrio
  6. Homem de Ferro 3

FASE 3
  1. Capitão América: Guerra Civil
  2. Pantera Negra
  3. Guardiões da Galáxia vol. 2
  4. Doutor Estranho
  5. Homem-Aranha: De volta ao lar
  6. Vingadores: Guerra Infinita
  7. Thor Ragnarok
Claro que um ranking geral é totalmente incoerente, visto que existe uma ordem cronológica a seguir. Porém, aqui vai ele de acordo com meus critérios de qualidade cinematográfica, desenvolvimento de personagens, enredo e - óbvio - gosto pessoal.

GERAL
  1. Os Vingadores
  2. Guardiões da Galáxia
  3. Capitão América: O soldado invernal
  4. Capitão América: Guerra Civil
  5. Vingadores: A Era de Ultron
  6. Pantera Negra
  7. Guardiões da Galáxia vol. 2
  8. Homem de Ferro
  9. Capitão América: o primeiro vingador
  10. Doutor Estranho
  11. Homem-Formiga
  12. Thor
  13. Homem-Aranha: De volta ao lar
  14. O Incrível Hulk
  15. Thor: O mundo sombrio
  16. Vingadores: Guerra Infinita
  17. Homem de Ferro 2
  18. Thor Ragnarok
  19. Homem de Ferro 3

Estou me dando conta agora que realmente não fiquei fã do desenvolvimento dado ao Homem de Ferro, apesar dele ser o norte do MCU, enquanto acabei curtindo muito mais o que fizeram com o Capitão América (mesmo quase não sendo filmes do herói e sim de vários – o que mostra minha preferência por filmes coletivos, de equipe). Outro detalhe interessante pra mim é que, mesmo curtindo demais mitologia, os filmes do Thor realmente ficaram aquém do que poderiam entregar.

Vou alterando esse ranking de acordo com os lançamentos da Fase 3, como o segundo filme do Homem-Formiga (que ainda vou resenhar), o vindouro Capitã Marvel e a sequência de Guerra Infinita que deve encerrar o primeiro ciclo do MCU.
PS.: Quem se assustou com o ranking baixo de Guerra Infinita, vá ler a minha resenha.

sábado, 22 de setembro de 2018

E agora?

As poucas pessoas que passam por aqui já devem ter percebido que ando revisitando alguns trabalhos. Então... achei esses dois cartazes que fiz durante uma oficina com os célebres designers Jair de Souza e André Stolarski (RIP) no SENAC, em julho de 2006.

Feito de forma analógica, ou seja, com recorte e colagem.
Cartaz com auxílio de softwares.

Não são perfeitos para o momento? Tanto em relação às vindouras eleições quanto ao mês de prevenção ao suícidio?

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Somos latinos

Em 2010, também participei de um concurso de cartazes de Concurso de Afiches do Encuentro Latinoamericano de Diseño 2010 com o tema "Somos Latinos". Mandei duas imagens mas só a primeira foi publicada na página 110 do Libro de Afiches do evento.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

USA by Designers

Em 2010, rolou um concurso que perguntava "O que os Estados Unidos significam pra você?". Essas foram as imagens que eu mandei:


Claro que o USA by Designers não aprovou, né? 😉

Fera

Jim Lee
ALTER EGO: Henry "Hank" Peter McCoy

NOME ORIGINAL: Beast

EPÍTETOS: "Doutor"

ORIGEM
O envolvimento inoportuno de Norton McCoy num acidente nuclear de circunstâncias indeterminadas resultou numa sobrevivência aparentemente sem sequelas. Já seu filho, Henry, nasceu com imensas extremidades podais com características preênseis.

Na puberdade, Henry demonstrou uma destreza atlética que excedia em muito os padrões estabelecidos, com potência inigualável. Realizou grandes feitos esportivos sem negligenciar suas buscas intelectuais, especializando-se em estudos científicos. Em vez de ser vítima de suas condições físicas, como acontece na maioria das escolas, Hank se superou: tornou-se o astro do time de futebol americano e o primeiro aluno da escola em termos acadêmicos.

Quando uma gangue tentou assaltar a bilheteria de uma das partidas, Hank fez uso de suas proezas atléticas para impedi-la. O triunfo do rapaz foi observado pelo vilão El Conquistador que considerou usar as habilidades de Hank em sua gangue e, para isso, sequestrou os pais do rapaz, obrigando-o a invadir uma instalação do governo para roubar um aparelho que amplificaria sua arma de raios elétricos.

O Professor Xavier já havia estabelecido sua Escola para Jovens Superdotados em Westchester, Nova York. Com ajuda de um computador de rastreamento mutante, Xavier identificou Hank e mandou seus três alunos - Scott (Ciclope), Warren (Anjo) e Robert (Homem de Gelo) - para recrutá-lo. Com ajuda dos três, Hank conseguiu salvar seus pais antes que o vilão morresse sobrecarregado em sua própria arma. No fim, o rapaz acabou conversando com sua família e aceitou estudar na escola de Xavier, tornando-se o Fera.

Depois de muitas aventuras ao lado dos X-Men, Henry deixou o grupo para concluir seu doutorado em Bioquímica. Foi rapidamente contratado pela Corporação Brand para investigar mutações genéticas. Uma de suas muitas descobertas foi um soro capaz de ativar mutações latentes não-ativadas. Quando descobriu criminosos infiltrados, Henry tomou o soro e passou por uma nova mutação: ganhou garras e dentes afiados e pelos cinza escuro por todo o corpo. Perturbado com sua nova aparência, deu um tempo para refletir.

Já conformado e seguro de sua condição, Hank tornou-se uma pessoa bem-humorada e acabou se juntando aos Vingadores ao lado de seu grande amigo Magnum. Após muitas aventuras, Fera se juntou a seus antigos amigos, Anjo e Homem de Gelo, na superequipe Defensores, que quase acabou de forma trágica.

Karl Maddicks, ex-colega de Hank na Corporação Brand, sequestrou o herói para testar uma fórmula que iria restaurar a humanidade de seu filho. Acabou que Hank recuperou sua forma humana e voltou para os X-Men, que passou a se chamar X-Factor para ações mais ativas em esconder mutantes perseguidos pela humanidade. Infelizmente, Hank foi infectado por um mutante chamado Pestilência que lhe transmitiu uma doença degenerativa que diminuía seu intelecto sempre que usava sua força mutante. Já quase retardado, Hank foi atacado novamente por uma mulher chamada Infectia, cujo beijo era capaz de deixar humanos sob seu controle, alterando a estrutura molecular, e acabou recuperando não só seu intelecto, mas sua aparência bestial. De volta aos X-Men, Fera passou a usar muito mais suas capacidades intelectuais.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS: Com mãos e pés grandes. Henry possuía uma aparência normal com cabelos castanhos, 1,80m e 161kg de força. Ao tomar um produto químico que amplificou sua mutação original, ganhou pelos azuis por todo o corpo, dentes afiados e orelhas pontudas. Uma mutação secundária induzida pela mutante Sábia fez com que sua aparência ganhasse contornos felinos. E parece que sua mutação contínua em progresso, deixando-o cada vez mais bestial.

PODERES: Atleta desde sempre, Hank é um grande ginasta, acima das proezas olímpicas. Além de seu intelecto acima do genial e de seu phD em Bioquímica e Genética, possui força, agilidade e velocidade sobre-humanas (capaz de levantar quase uma tonelada e saltar cinco metros de altura), olfato e paladar amplificados, e visão noturna. Também ganhou uma glândula que esconde feromônios para atrair um indivíduo. Pode escrever tanto com suas duas mãos quanto com seus dois pés. Possui um fator de cura duas vezes mais rápida do que a de um ser humano normal.

ARMAS E ACESSÓRIOS: Pode aparecer usando alguns aparelhos tecnológicos criados por ele.

FRAQUEZAS:

AFILIAÇÕES: Norton McCoy (pai), Edna McCoy (mãe) e Robert (tio)

GRUPOS: X-Men (atual), X-Factor, Vingadores, Defensores e E.S.P.A.D.A.

CRIAÇÃO: Stan Lee e Jack Kirby, em setembro de 1963
PRIMEIRA APARIÇÃO: X-Men (vol. 1) #1

OUTRAS MÍDIAS:
  • No último filme da trilogia inicial dos X-Men (X-Men: O confronto final, 2006), o Fera foi personificado por Kelsey Grammer. Em 2014, o ator repetiu brevemente o papel em X-Men: Dias de um futuro esquecido. A versão jovem foi interpretada por Nicholas Hoult na nova trilogia X.

CURIOSIDADES:
  • A famosa pelagem azul do Fera não é original. Inicialmente, Hank ganhou pelos acinzentados após tomar o soro. Com o tempo, a cor foi escurecendo para preto. A impressão do preto precisava de tons azuis para dar contorno e sombreado, o que levou o personagem a adquirir - com o tempo - sua cor azul definitiva.
  • Fera já teve uma "aluna": a jovem Patsy Walker tornou-se a Felina e foi treinada por ele.
  • Durante muito tempo, Hank namorou a repórter Trish Tilby. Ela aguentou todas as transformações de homem para fera azul, mas quando ele ficou felinesco, Trish não suportou. Fera chegou a dizer que era homossexual só para facilitar a decisão da repórter.

terça-feira, 4 de setembro de 2018

Ressignificar para não morrer

Pense que os blogs surgiram com a ideia de serem diários online, onde as pessoas compartilhavam suas vidas, pensamentos... bom... já perceberam que isso agora é feito em outro lugar, né? As redes sociais mudaram (reduziram) a forma de comunicação via web... os blogs passaram para 140 caracteres em tweets e agora são imagens no Instagram. Ninguém mais tem tempo (ou vontade) para ler um texto na internet que não seja algo informacional e necessário (ou fofoca, é claro).

Só que eu também não tenho mais tempo de escrever um texto significativo para internet. Ainda mais para uma internet que parece exigir interação em um espaço de relacionamento quase nulo. Quem lê o que escrevo? Vira esquizofrenia ou egocentrismo...

Dessa forma, preciso ressignificar esse espaço agora que já tem 10 anos "no ar". Tem muita informação bacana que consegui colocar aqui, porém, já estão datadas e isso é a morte na web. Coisa velha não dura. Vivemos a Era do Agora (ou de coisas antigas que voltam pra assombrar sem ninguém se ligar na data). Aos poucos, então, farei uma limpa, uma atualizada. Avisarei das coisas bacanas que já foram escritas numa tentativa de otimizar e - como eu já disse - ressignificar isso aqui.

Vamos ver o quanto dura.